filmow.com/usuario/mmajunior/
    Você está em
  1. > Home
  2. > Usuários
  3. > mmajunior
(BRA)
Usuário desde Maio de 2012
Grau de compatibilidade cinéfila
Baseado em 0 avaliações em comum

Graduado em fazer listas de filmes e pós-graduado em recomendar alguma coisa para alguém, com mestrado em admirar a simplicidade cotidiana e doutorado em ser nostálgico. Apaixonado pelo cinema desde os tempos mais remotos das videolocadoras, quando quinzenalmente minha família se reunia para assistir algum terror por aí. Tenho um apreço pelas palavras e fascínio pela subjetividade e sensibilidade transmitida pela sétima arte. Levo a vida devagar pra não faltar amor.

Conheça meu blog/podcast e meu instagram!
Blog: https://estacaoespacial.blog/
Página do blog no Facebook: https://www.facebook.com/estacaoespacial/
Meu instagram: https://www.instagram.com/manuelmjr_/

Últimas opiniões enviadas

  • Manuel Junior

    Me identifico com o clássico Conta Comigo por ele envolver uma aventura de crianças num contexto simples de infância. 85 minutos de tudo aquilo que um dia nós vivemos, não necessariamente a mesma história, mas como "metáfora" de outros momentos tão marcantes que tivemos que também gerariam filmes.
    E interessante ver que histórias que vivemos como crianças, por mais pequenas que possam ter sido, nos marcam pra toda a nossa existência, e que, em nosso imaginário, aquela "aventura" talvez foi exatamente maior do qualquer outra no mundo, como fala Manoel de Barros quando diz "Meu quintal é maior do que o mundo". Meu bairro de infância, por exemplo, era maior que qualquer outra cidade, era um mundo.
    Há um diálogo muito interessante entre os personagens no filme:
    - Faça jus a sua idade.
    - É o que estou fazendo. Só serei jovem uma vez na vida!
    Nada talvez seja tão significativo para nós do que nossos aprendizados e experiências que temos em nossa infância, sendo apenas crianças, principalmente com amigos de infância que permanecem em nossas vidas ao longo da mesma. "Nunca mais tive amigos como aqueles que tive aos 12 anos. Meu deus, quem é que tem?", uma frase dita pelo protagonista quando adulto.
    Conta Comigo é um filme sobre amizade, nostalgia e sobre pequenas-grandes histórias que vivemos em nossa infância e que podemos sempre lembrar delas em nossas rodas de conversas (e até escrever sobre elas) em nossa fase adulta. E um viva a nostalgia.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.
  • Manuel Junior

    Dirigido pelo argentino Andy Muschietti, do mediano “Mama” (2012), pode-se começar a falar que It: A Coisa é um filme bastante divertido, com um alto valor de produção e entretenimento. Acima do gênero de horror, que ronda o filme, It é um filme sobre amizade, união e superação de seus próprios medos. Mesclando entre o terror, o drama e a comédia – destaque nesse sentido para o personagem Richie Tozier, menino interpretado por Finn Wolfhard, da série Stranger Things – o longa se destaca por passar aquela sensação de falsa nostalgia por contar uma história de aventura que muitos adultos queriam vivenciar com seus amigos em sua infância, por mais aterrorizante que ela possa soar.
    Na luta do grupo contra o palhaço assassino Pennywise, interpretado por Bill Skarsgard – que está por trás dos desaparecimentos das crianças na cidade – vemos inúmeras cenas aterrorizantes, principalmente nas estratégias maléficas do palhaço em atrair e assustar as crianças. Por mais que os efeitos especiais tenham prejudicado a presença do vilão nas cenas, isto não diminui a caprichada atmosfera assombrada que elas possuem, se alternando entre o trash/bizarro sanguinário – terror trash era bem comum nos anos 80 –, inclusive surpreendendo logo de cara com uma cena bem pesada, e outras com jump scares, porém não usados de forma gratuita e clichê (até nisso o filme acerta). Ah, a voz do Pennywise está muito aterrorizante também.
    A obra que serviu de inspiração para a queridinha série da Netflix, Stranger Things, consegue ser readaptado para o cinema de forma memorável. Dividido em duas partes, acredito que esta primeira irá te fazer sair do cinema extasiado, assombrado e realmente envolvido com a história da molecada. É um filme legal para quem é nostálgico, divertido para quem procura entretenimento e apavorante para quem procura um boa história de horror. Obviamente para quem quer (e gosta) de filmes com sustos gratuitos e que cause algum medo terrível ao sair da sessão, talvez não se conquiste por It, porque o filme não foi feito (e não teve intenção) para ser assim. Ah, nunca li o livro, mas já soube que ele consegue também fazer uma boa adaptação da história original.
    Gosta de filmes como A Hora do Pesadelo, Os Gonnies, Conta Comigo e Super 8? Se prepare para flutuar com os 135 minutos do novo It: A Coisa.

    Você precisa estar logado para comentar. Fazer login.